Evangelho do Reino de Jesus Cristo

"E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim." Mt 24:14

Babilônia, a queda. – 1ª parte

babil-principal

________________________________

>>>Nesta categoria, o que for concedido pelo Senhor Jesus, publicaremos um estudo aprofundado e direto das Escrituras,  do que representa a Babilônia espiritual, o seu corpo e sua queda. Faremos em partes.

>>>Saudamos à todos os filhos de Deus com a graça e paz do Senhor, eu – irmão Alan -, e também o irmão Juan,  a quem o Senhor tem revelado este trabalho.     .

>>>

_______________________________

PARTE 1

p7-arvore-sol1

Daniel 4:1NABUCODONOSOR rei: a todos os povos, nações, e homens de >todas as línguas, que moram em toda a terra: Paz vos seja multiplicada. 2>>>>>Pareceu-me bem fazer conhecidos os sinais e maravilhas que Deus, >o Altíssimo, tem feito para comigo.

>>>>O rei da Babilônia reconhece o poder de Deus neste relato, uma vez >restituído depois da queda do homem-“rei”. Ele dá uma descrição, em forma >profética, dasmaravilhas de Deus para com os homens, – profecia paratoda >nação e língua que habita no planeta, em toda terra. Nesta profecia, são>abençoadas as nações e os filhos de Deus com a  Sua salvação depois da >provação (que será relatada).

No seu agradecimento e reconhecimento ao Altíssimo, Nabucodonosorfaz conhecido os sinais e prodígios que o Altíssimo fez à ele, como homem-rei.

Daniel 4:3 Quão grandes são os seus sinais, e quão poderosas as suas maravilhas! o seu reino é um reino sempiterno, e o seu domínio de geração em geração.

O rei diz sinais e poderosas maravilhas: Trata-se da profecia, é um aviso, um decreto; sinal de salvação ao justo e de destruição aos inimigos de Deus. O reino de Deus é um reino sempiterno, para todo sempre, e seu domínio em todos os tempos.

Daniel 4:4 Eu, Nabucodonosor, estava sossegado em minha casa, e florescente no meu palácio.

No relato o rei diz que estava tranqüilo em sua casa, digamos: em si mesmo, na sua mente humana, no seu corpo.

Seu “palácio” é o que ele fez em torno de si.

Hb 3:4 “Porque toda a casa é edificada por alguém, mas o que edificou todas as coisas é Deus. 5 E, na verdade, Moisés foi fiel em toda a sua casa, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar”

E também:

1 Coríntios 6:19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do espírito santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

Pois somos Santuário e Casa de Deus, na honra de  “em Cristo” sermos  feitos Templo do Espírito Santo.

E ainda diz em II Co 6:15 :

2 Coríntios 6:15 E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? 16 E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. 17 Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; 18 e eu serei para vós pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso.

Continuando o relato de Nabucodonosor…

Daniel 4:5 Tive um sonho, que me espantou; e as imaginações na minha cama e as visões da minha cabeça me turbaram. 6 Por mim pois se fez um decreto, pelo qual fossem introduzidos à minha presença todos os sábios de Babilônia, para que me fizessem saber a interpretação do sonho.

O rei perturbado  no seu espanto e medo, convoca seus sábios. Porém esses não tem a sabedoria de Deus. Na sua idolatria não são filhos de Deus.

Daniel 4:7 Então entraram os magos, os astrólogos, os caldeus, e os adivinhadores, e eu contei o sonho diante deles; mas não me fizeram saber a sua interpretação.

A força e os deuses do rei são, no conhecimento de toda a Babilônia: magos, encantadores, necromantes e feiticeiros. São todos adoradores de demônios.

O decreto que ele fez no versículo 6, só é válido aos seus necromantes, aos seus feiticeiros e à sua cidade. Mas tudo isso está na mente, no corpo prostituído dos que habitam nesta cidade, sem o poder de Deus.

O poder do rei da Babilônia é corrupção e prostituição. Os idólatras não tem poder sobre as revelações do Deus Altíssimo.

Daniel 4:8 Mas por fim entrou na minha presença Daniel, cujo nome é Beltessazar, segundo o nome do meu deus, e no qual há o espírito dos deuses santos; e eu contei o sonho diante dele

Se apresenta Daniel, chamado na Babilônia de Beltssazar – nome de um deus “deles” -, porém nele se encontra o espírito do Deus Altíssimo, na descendência de Abraão, que é Jesus Cristo.

Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua semente. Não diz: E às sementes, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua semente, que é Cristo. (Gálatas 3:16)

Daniel 4:9 Beltessazar, príncipe dos magos, eu sei que há em ti o espírito dos deuses santos, e nenhum segredo te é difícil; dize-me as visões do meu sonho que tive e a sua interpretação.

O rei reconhecendo que o poder de Deus habita no profeta, relata o sonho.

Eles nada sabem, nem entendem; andam em trevas; todos os fundamentos da terra vacilam. 6 Eu disse: Vós sois deuses, e vós outros sois todos filhos do Altíssimo.” (Salmos 82:5)

Daniel 4:10 Eram assim as visões da minha cabeça, na minha cama: eu estava olhando, e vi uma árvore no meio da terra, cuja altura era grande;

No meio da terra, ou seja, no centro de tudo. A árvore era grande, não era plena, porém no centro da criação.

Daniel 4:11 Crescia esta árvore, e se fazia forte, de maneira que a sua altura chegava até ao céu; e foi vista até aos confins da terra. 12 A sua folhagem era formosa, e o seu fruto abundante, e havia nela sustento para todos; debaixo dela os animais do campo achavam sombra, e as aves do céu faziam morada nos seus ramos, e toda a carne se mantinha dela.

A árvore no seu crescimento alcançou os céus, e era vista por toda criação. Se auto-apreciava e era apreciada por quem pudesse apreciá-la , os anjos e toda criação. Todos podiam vê-la no centro das coisas.

Mas, os animais – que são demônios -, e as aves do céu –  que são potestades malignas no céu -, alimentam-se da árvore. A árvore é o homem.

Daniel 4:13 Estava vendo isto nas visões da minha cabeça, na minha cama; e eis que um vigia, um santo, descia do céu

Um anjo vem cumprir o decreto do Senhor

Daniel 4:14 Clamando fortemente, e dizendo assim: Derrubai a árvore, e cortai-lhe os ramos, sacudi as suas folhas, espalhai o seu fruto; afugentem-se os animais de debaixo dela, e as aves dos seus ramos.15 Mas o tronco com as suas raízes deixai na terra, e com cadeias de ferro e de bronze, na erva do campo: e seja molhado do orvalho do céu, e a sua porção seja com os animais na grama da terra. 16 Seja mudado o seu coração, para que não seja mais coração de homem, e seja-lhe dado coração de animal; e passem sobre ele sete tempos: 17 Esta sentença é por decreto dos vigiadores, e esta ordem por mandado dos santos; a fim de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem domínio sobre os reinos dos homens; e os dá a quem quer, e até ao mais baixo dos homens constitui sobre eles. 18 Isto em sonho eu, rei Nabucodonosor, vi: tu, pois, Beltessazar, dize a interpretação: todos os sábios do meu reino não puderam fazer-me saber a interpretação, mas tu podes; pois há em ti o espírito dos deuses santos. 19 Então Daniel, cujo nome era Beltessazar, esteve atônito quase uma hora, e os seus pensamentos o turbavam; falou pois o rei, e disse: Beltessazar, não te espante o sonho, nem a sua interpretação. Respondeu Beltessazar, e disse: Senhor (SENHOR) meu: o sonho seja contra os que te têm ódio, e a sua interpretação para os teus inimigos.

A provação é para condenação dos que se perdem – para os inimigos -, e também para os que tem salvação. Todos seremos provados. Quando diz o profeta Daniel o sonho seja contra os que te têm ódio, e a sua interpretação para os teus inimigos”, está falando de uma grande porção da terra que se perdem no ódio e na maldade.

Daniel 4:20 A árvore que viste, que cresceu, e se fez forte, cuja altura chegava até ao céu, e que foi vista por toda a terra;

O profeta diz que a árvore cresceu tornando-se forte, cuja altura chegou até o céu, e foi apreciada pela criação. Ela chega até o céu por que Deus lhe permitiu na Salvação em Jesus Cristo, como veremos. Por que o Cristo traz o Reino dos Céus, para que esteja nos que possuem sua Aliança na terra.

João 6:38 Porque eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.

João 3:13Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o filho do homem, que está no céu. 14 E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o filho do homem seja levantado,

15 para que nenhum que nele crê pereça, mas tenha a vida eterna.

Porém o homem deve crescer em Jesus Cristo, não em si mesmo. Este homem do qual fala em Daniel, cap. 4:20, é o homem que se perverte após ter a promessa em Jesus Cristo; o homem do fim dos tempos.

Daniel 4:21 Cujas folhas eram formosas, e o seu fruto abundante, e em que para todos havia mantimento; debaixo da qual moravam os animais do campo, e em cujos ramos habitavam as aves do céu; 22 És tu, ó rei, que cresceste, e te fizeste forte; a tua grandeza cresceu, e chegou até ao céu, e o teu domínio até à extremidade da terra.

O homem é como uma árvore.

Salmos 1:2 Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. 3 Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará.

Os que não são assim são como palha, e cortados.

Salmos 1:4 Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha. 5 Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.

Quando não faz o homem a vontade de Deus, é como uma árvore ou criatura perversa. Vejamos, como em Ezequiel:

Ezequiel 31:1 E SUCEDEU, no ano undécimo, no terceiro mês, ao primeiro do mês, que veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: 2 Filho do homem, dize a Faraó, rei do Egito, e à sua multidão: A quem és semelhante na tua grandeza? 3 Eis que a Assíria era um cedro no Líbano, de ramos formosos, de sombrosa ramagem e de alta estatura, e o seu topo estava entre os ramos espessos. 4 As águas o fizeram crescer, o abismo o exalçou: as suas correntes corriam em torno da sua plantação, e ela enviava os regatos a todas as árvores do campo. 5 Por isso se elevou a sua estatura sobre todas as árvores do campo, e se multiplicaram os seus ramos, e se alongaram as suas varas, por causa das muitas águas que enviava. 6 Todas as aves do céu se aninhavam nos seus ramos, e todos os animais do campo geravam debaixo dos seus ramos, e todos os grandes povos se assentavam à sua sombra. 7 Assim era ele formoso na sua grandeza, na extensão dos seus ramos, porque a sua raiz estava junto às muitas águas.

O rei do Egito é o homem pervertido no mundo todo. Representa o homem da Babilônia, na grande cidade em toda terra. (muitas águas = todos os povos da terra; Assíria=Satanás caído, homem mal e perverso e reflexo do diabo que lhe corrompe = Egito e Babilônia)

Ezequiel 31:8 Os cedros não o podiam escurecer no jardim de Deus; as faias não igualavam os seus ramos, e os castanheiros não eram como os seus renovos: nenhuma árvore no jardim de Deus se assemelhou a ele na sua formosura.

Aqui fala de Satanás no Éden.

Ezequiel 31:9 Formoso o fiz com a multidão dos seus ramos: e todas as árvores do Éden, que estavam no jardim de Deus tiveram inveja dele.

Satanás quando era querubim fez revolta no meio dos anjos.

O que é muitas águas?

Apocalipse 17:1 E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-me: Vem, e mostrar-te-ei a condenação da grande meretriz que está assentada sobre muitas águas, …15 E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a fornicadora, são povos, e multidões, e nações, e línguas.

Todas as nações, países, costumes, doutrinas, continentes são as águas onde vive o homem; são os homens corruptos, “reis” da Babilônia. O homem da Babilônia mora (com o coração) na grande cidade, o mundo com suas crenças, costumes no homem pervertido.

Romanos 1:21 porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. 23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.24 Pelo que também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem os seus corpos entre si;25 pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.26 Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.27 E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, machos com machos, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. 28 E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém; 29 estando cheios de toda iniquidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; 30 sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; 31 néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; 32 os quais, conhecendo a justiça de Deus (não consideram) (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

Babilônia, rei = homem, o mundo prostituído

Águas = as nações e os costumes

Meretriz = toda humanidade em conjunto, na perversão

Árvore = homem no mundo. Árvore no paraíso = Satanás lançado nos abismos; e depois corruptor do homem

…continua

(Click aqui para ver 2ª parte)


Por Juan Sebastian Gonzales Jimenez – juanoseba@hotmail.com

Anúncios

Sobre Juan S. Gonzalez Jimenez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Mensajes en Castellano:

Junte-se a 1.783 outros seguidores

google-site-verification: googled8bd3413ab582730.html

  • 134,014 Visitas

Nossas Páginas

%d blogueiros gostam disto: