Evangelho do Reino de Jesus Cristo

"E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim." Mt 24:14

O que é a Verdadeira Igreja de Jesus Cristo?

a

“Regozijar-me-ei muito no SENHOR, a minha alma se alegrara no meu Deus: porque me vestiu de vestidos de salvação, me cobriu com o manto de justiça, como um noivo que se adorna com atavios, e como noiva que se enfeita com as suas jóias.”

Isaías 61:10

 

O que é a Igreja de Jesus Cristo na terra?

Quem é esta que tem vestes e adornos que agradam o Rei da glória? O Deus Santo, o Noivo?

Noiva sem mácula? Nós?

Diante Dele?, do Deus que é Fogo consumidor, o Deus Terrível de Poder e Justiça?

Ora, nada pode Lhe resistir a presença. Então qual a Noiva que entra em seus aposentos, face a face com Ele?

De fato, a Igreja que O agrada, aquela verdadeira Noiva toda adornada com as vestes mais brancas  que a neve, sem nenhuma mácula…   não é, de forma alguma, vestida da natureza corrupta do homem.  E  aí é que está sua essência de Noiva, do que ela é enquanto Uma com Ele.

A Unidade de sua formosura e perfeição com o Rei,  não é nada menos que Ele mesmo em nós.

A Rosa de Sarom (a flor, o que tem de mais fino e puro), a Igreja de Jesus Cristo, é Ele em nós, pela presença do seu Espírito Santo dentro de nós, verdadeiro  adorno e vestes;  A Cabeça e o Corpo sendo um só.

Somos “pedras” do Seu Templo Eterno, ao mesmo tempo que somos o Templo total em cada um de nós, no Espírito de Deus.

Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus  habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o  templo de Deus, que sois vós, é santo.”

(1 Coríntios 3:16-17)

“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” (I Pe 2:5)

Por isso o apóstolo Paulo vai dizer, em Romanos 8, que quem não tem o Espírito Santo não é de Cristo e que, aquele que O tem, tem em si mesmo a testificação, porque o Espírito Santo mesmo testifica com o nosso espírito que somos Filhos de Deus.

Pois a Igreja é o Espírito do Senhor em nosso espírito. Nem um nem outro apenas, mas a união dos dois. A igreja é a Noiva do Cordeiro, o Templo, o Corpo de Cristo, a Filha de Sião (fruto de Sião, monte que é o coração de Deus), a Casa de Davi, adornada com o seu próprio Deus dentro de si.

“Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” (Romanos 8:9)

 “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. 15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes com temor, mas recebestes o espírito de adoção*, pelo qual clamamos: Aba, Pai!16 O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”; (Romanos 8:14)

Pois da mesma forma que o que nos faz filhos de nossos pais naturais na carne é ter, em nós, a “genética”, a essência do corpo daqueles que nos gerou, assim também, os filhos de Deus, enquanto filhos que são, possuem a essência do Corpo do Pai, que é o seu Espírito.

O homem natural não nasce filho de Deus. E a Palavra de Deus deixa claro a condição para “sermos feitos” seus filhos, como está escrito no Evangelho de João, ao falar de Jesus no mundo:

“Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. 10 Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. 11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. 12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; 13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. 14 E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”  João 1: 9

O Espírito que liberta, que traz a vida onde antes era só carne, proveniente do pó da terra, este Espírito opera necessariamente nos seus filhos adotivos

“e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade…” (Ef 1:5) ( também Rm 8:15*).

“Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.” (II Co 3:17)

“As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam. 10 Mas Deus no-las revelou pelo seu espírito; porque o espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.

11 Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o espírito de Deus.” (1 Coríntios 2:9)

Daí vem o entendimento de que, quando falamos da presença Dele em nós, não estamos falando da manifestação de dons, pois isto é uma conseqüência da Sua presença conosco, pois todos os dons emanam do mesmo Rio, do mesmo Espírito.

Digo isto porque muitos acreditam, por engano, que a presença do Espírito Santo vem pelo dom de línguas, porém tanto ele como os demais dons apenas testificam Sua presença. O que não significa que quem não tenha manifesto um dom específico, como o falar outras línguas , não tenha o Espírito Santo.

Pois a verdadeira Igreja diz o apóstolo Paulo na carta a Corintios:

“Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular. 28 E a uns pôs Deus na congregação, primeiramente, apóstolos, em segundo lugar, profetas, em terceiro, doutores, depois, milagres, depois, dons de sarar, socorros, governos, variedades de línguas. 29 Porventura, são todos apóstolos? São todos profetas? São todos doutores? São todos operadores de milagres?30 Têm todos o dom de sarar? Falam todos diversas línguas? Interpretam todos? (1 Coríntios 12:27)

Não desprezando a beleza da manifestação do Espírito de Deus no dom de línguas estranhas mas, antes esclarecendo, essa convicção é o homem, pela sua carne,  querendo ver provas de Deus no seu próximo, através de uma evidência visível à carne,  ao seu homem natural. Sendo que o que discerne espírito é espírito, e não carne.

Todos aqueles que tem o Espírito Santo de Deus são a mesma coisa, porque são Um. Porque o Espírito Santo que habita em nós e que ao mesmo tempo é Deus Pai, e que é Jesus Cristo, como o próprio Senhor disse:

Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.” João 14:23

não entra pela metade no coração dos seus filhos. E o que difere um filho do outro é o vaso de barro, enquanto o Tesouro mesmo dentro dos vasos, infinitamente superior ao vaso, é o mesmo.

Assim, diferenças de vasos de barro para outros vasos de barro, perto do tesouro que possuem, não significam nada, como está escrito:

Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. 7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência da eficácia do poder seja de Deus e não de nós.”

2 Coríntios 4:6

o vaso de barro  -> somos nós;

o tesouro dentro do vaso -> O Espírito de Deus em nós

…continua

_______________________________

Agora, retornando a Noiva, a única coisa que poderia agradar a Deus e, mais; subsistir na Sua presença, o Fogo Santo abrasador, é Ele mesmo.

Assim, para que possamos ser um Nele, é preciso que antes Ele seja Um em nós.

Tão como ele fez com as madeiras defeituosas (de acácia) que formavam as paredes da sua Tenda da congregação na época de Moisés, quando as revestiu de ouro e com o ouro corrigiu suas brechas e imperfeições, encaixando-as todas juntas todas do mesmo tamanho, para depois manifestar Sua presença no meio delas (dentro da tenda), assim também, Ele mesmo fez conosco.

Êxodo 26:15: “Farás também as tábuas para o tabernáculo de madeira de acácia, as quais serão colocadas verticalmente. 16 Cada uma das tábuas terá dez côvados de comprimento, e um côvado e meio de largura.17 Cada tábua terá duas mãos, travadas uma com a outra: assim farás com todas as tábuas do tabernáculo…”

Êxodo 26:29: “E cobrirás de ouro as tábuas, e farás de ouro as suas argolas, para meter por elas as barras: também as barras as cobrirás de ouro. 30 Então levantarás o tabernáculo conforme ao modelo que te foi mostrado no monte.”

tab

Sendo aquilo que foi construído por ordem de Deus, na época de Moisés, apenas sombra do que haveria de ser espiritualmente na verdade.

Porque Cristo não entrou no santuário feito de mão, que era figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer, por nós, perante a face de Deus; (Hebreus 9:24. E também 9:1-23)

Deus pega madeiras de acácia, madeiras defeituosas, cheias de nós na sua superfície, pelo tipo da sua própria espécie, e as reveste de ouro, tornando-as cheio de brilho e beleza e tampando suas brechas.

Desta forma o Espírito Santo faz conosco, reveste-nos Dele, um povo cheio de pecados e brechas, para que possamos suportar a Presença de Deus dentro da “Tenda”, ou seja, dentro do nosso coração, do nosso espírito, tornando-nos um só Nele (por isso “Tenda da congregação”).

João 17:20: “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que, pela sua palavra, hão de crer em mim; 21 para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

22 E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um. 23 Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim.

E esse processo é a própria Luz – Jesus Cristo – “…a luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela” (Jo 1:5), resplandecendo nas trevas (na nossa carne animal, animada por uma alma vazia). É a Vida vencendo a morte. Até vencê-la por completo na Eternidade.

“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; 26 e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isto?” (João 11:25)

Por isso, diz o Senhor Jesus Cristo, que quem não nascer da água e do espírito não pode entrar no Reino de Deus. O Filho de Deus é categórico nesta passagem: “não pode entrar”, ponto!

“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do espírito não pode entrar no Reino de Deus.6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito” (João 3:5)

“Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo ’’ não pode ver o Reino de Deus.” (João 3:3)

Esse “nascer das águas” não é, necessariamente, sobre o batismo nas águas que conhecemos naturalmente deste mundo. Por exemplo, o ladrão da cruz ao lado de Cristo – Dimas -, que reconhece o Senhorio de Jesus mesmo pregado e surrado numa cruz, ele não se batizou em águas. Mas, mesmo assim, Jesus disse  a Dimas que naquele mesmo Dia  estaria com Ele no Reino dos Céus. Também os primeiro gentios a quem Pedro pregou, que receberam o Espírito Santo durante a primeira pregação que ouviram, mesmo antes do batismo de águas (Atos 10:44).

O batismo em águas, o nascimento da água, representa o “arrependimento”.

Significa que reivindicamos, à justiça de Deus em Jesus, morrermos na carne, nos arrependendo dela, e nascermos das àguas do Espírito.

Por isso que é chamado “o batismo de João” (Atos 18:25; 19:3), e por isso que esta era a principal mensagem que João Batista pregava: “arrependei-vos”.

“Tendo primeiramente João, antes da vinda dele, pregado a todo o povo de Israel o batismo do arrependimento. (Atos 13:24)

E quanto ao nascer do espírito que diz Jesus, ou seja, o batismo no espírito, este é conseqüência do batismo da água, do verdadeiro arrependimento no nome de Jesus Cristo.

Não se pode ver a sujeira de um quarto se ele estiver no escuro. Ela só aparece diante da luz.

“Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas.” (João 3:20)

“Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.” (João 8:12)

Assim é quando a Palavra de Deus se confronta com a nossa natureza. Ali, temos a chance de nos arrependermos, porque se quisermos atentar de verdade para Deus, ouvindo-o, vemos o quanto estamos sujos diante Dele. E, no nosso sincero arrependimento e reconhecimento, que somos pobres de espírito sem Ele, sem Deus na pessoa de Jesus Cristo, recebemos sua grandíssima compaixão e somos banhados pela sua misericórdia e revestidos da Sua presença, que nunca mais nos deixará (João 14:15-16), enquanto o quisermos em nosso coração: Presença Santa em nós, Tesouro em vaso de barro, que vencerá as imperfeições e nos apresentará remidos e aperfeiçoados na presença de Deus. Sem mancha, sem mácula no coração, ainda que a carne se corrompa.

E, só assim então, nos tornamos parte da Igreja única de Jesus, sua Noiva, ornada e revestida Dele mesmo, à ser resgatada da ira de Deus  derramada sobre os que rejeitaram Seu amor  demonstrado na cruz; à ser resgatada para viver seu amor eterno.

Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. ( 2 Coríntios 4:16)

Voltar a página principal

Anúncios

Sobre Alan De Zoppa Maia

Missionário e servo de Jesus Cristo

6 comentários em “O que é a Verdadeira Igreja de Jesus Cristo?

  1. Luana
    1 de março de 2009

    Alan, que benção!
    Estou muito feliz por você irmão, pois vejo que estás crescendo na graça e no conhecimento.

    Te amo em Cristo!

  2. Sueli
    29 de maio de 2009

    Numa noite eu tive um sonho. Vi uma linda
    pedra preciosa, como um anel. E era
    muito, mas muito valiosa. E depois ao lado
    eu a vi fatiada em camadas bem finas,
    numa bandeja. E eu entendi que cada fatia
    tinha o mesmo valor da pedra inteira. Valia
    muito!!!.
    Eu entendi que cada pessoa em Cristo tem
    o mesmo valor!
    Isso é; cada pessoa que nela o Espírito
    “habita” é importante! Cristo está nos seus
    filhos.
    E isso me bastou!!!
    Temos que amar todos da mesma maneira
    “em Cristo”. independentemente de como a
    pessoa seja.
    Eu entendi que temos que amar as
    pessoas, todas da mesma maneira, por
    estarem “Nele”, isso não significa que se
    alguém estiver no erro não devemos
    amá-lo. Devemos amar a ele e não os
    erros dele. E não devemos julgar as
    pessoas.
    Então… é nisso que temos que nos
    concentrar.
    Foi dito: Ame a Deus sobre todas as
    coisas.
    Foi dito: ame os seu próximo!
    não devemos amar somente os que nos
    agradam. Pois é fácil amar os nossos
    amigos, o difícil é amar os inimigos.
    Eu sei que é difícil, pois muitas vezes as
    pessoas erram, nos magoam, mas vai de
    cada um tentar fazer o melhor.
    LEMBREM-SE ” A NOIVA ” MAIS PURA, SEM
    MÀCULAS…
    Então o que importa é o nosso coração
    estar limpo!
    O coração estar como DEUS QUER.
    E vivermos para agradar A DEUS !!!
    Amados, sabemos que viver em Cristo é
    difícil, que passamos por provações
    diariamente. Que passamos pelo deserto,
    que passamos pelo fogo!
    Que os gigantes aparecem sempre, mas
    devemos enfrentar os gigantes, não
    sozinhos, porque ele vem pra te destruir,
    ele não brinca! Devemos enfrentar com
    Jesus. Com Ele tudo podemos!
    E devemos nos fazer pequenos para que o
    Grande , o “EU SOU” HABITE EM NÓS.

    Amados, Deus é amor! e inteligencia!
    Vendo que seria tão difícil a vida na terra,
    veio em Corpo, exatamente como eu e
    voce.
    E VENCEU.
    Ninguém vai poder justificar os seus erros,
    dizendo “Ah, é muito difícil!
    È muito difícil viver em santidade. Mas
    temos que tentar, todos os dias.
    Cada um tem a sua cruz pra carregar.
    Que a PAZ esteja com todos!!! Eu amo a
    vida de voces!

    Senhor me agrada o seu sobrenatural… me
    agrada Sua Presença! Adoro Te Sentir!!!

    Não desista de mim Senhor!!!
    Senhor a Tua igreja clama por Ti.!!!

  3. Alan
    31 de maio de 2009

    Tremendo irmã! Glória a Deus!!

  4. Evangelho do Reino de Jesus Cristo
    1 de julho de 2013
  5. Bispo Silva
    28 de agosto de 2013

    Graça e paz amado, fico feliz em ver que nosso Deus e Pai, tem revelado(formado pelo Espirito Santo) seu filho Jesus Cristo em nós (sua Igreja), e a prova disso é que estamos recebendo a revelação do que é ser igreja.Não podemos ter uma identidade sem antes tela revelada em nós.Amo o amado em Cristo.

  6. vandir martins gomes
    10 de setembro de 2013

    01 » AS ESCRITURAS SAGRADAS

    As Escrituras Sagradas, o Antigo e Novo Testamento, são a Palavra de Deus escrita, dada por inspiração divina por intermédio de santos homens de Deus que falaram e escreveram ao serem movidos pelo Espírito Santo. Nesta Palavra, Deus transmitiu ao homem o conhecimento necessário para salvação. As Escrituras Santas são a infalível revelação de Sua vontade. Constituem o padrão de caráter, o prova de experiência, o autorizado revelador de doutrinas e o registro fidedigno dos atos de Deus em História.
    › Razões bíblicas: 2 Pedro 1:20, 21; 2 Timóteo 3:16, 17; Salmos 119:105; Provérbios 30:5, 6; Isaias 8:20; João 17:17; 1 Tessalonicenses 2:13; Hebreus 4:12 |
    02 » A TRINDADE
    Há um só Deus: Pai, Filho, e Espírito Santo, uma unidade de três Pessoas coeternas. Deus é imortal, onipotente, onisciente, acima de tudo e sempre presente. Ele é infinito e além da compreensão humana, mas é conhecido por meio de Sua auto-revelação. Para sempre é digno de culto, adoração, e serviço por parte de toda criação.
    › Razões bíblicas: Deuteronômio 6:4; Mateus 28:19; 2 Coríntios 13:14; Efésios 4:4-6; 1 Pedro 1:2; 1 Timóteo 1:17; Apocalipse 14:7 |
    03 » DEUS PAI

    Deus, o Eterno Pai, é o Criador, o Originador, o Mantenedor e o Soberano de toda a criação. Ele é justo e santo, compassivo e clemente, tardio em irar-se, e grande em cosntante amor e fidelidade. As qualidades e poderes manifestos no Filho e o Espírito Santo também constituem revelações do Pai.
    › Razões bíblicas: Gênesis 1:1; Apocalipse 4:11; 1 Coríntios 15:28; João 3:16; 1 João 4:8; 1 Timóteo 1:17; Êxodo 34:6, 7; João 14:9 |
    04 » DEUS FILHO
    Deus, o Filho Eterno, encarnou-Se em Jesus Cristo. Por meio dEle foram criadas todas as coisas, é revelado o caráter de Deus, efetuada a salvação da humanidade e julgado o mundo. Sendo paara sempre verdadeiramente Deus, Ele se tornou também verdadeiramente homem, Jesus, o Cristo. Ele foi concebido do Espírito Santo e nasceu da virgem a Maria. Viveu, e experimentou a tentação como um ser humano, mas exemplificou perfeitamente a justiça e o amor de Deus. Por Seus milagres manifestou o poder de Deus e atestou que era o Messias prometido por Deus. Sofreu e morreu voluntariamente na cruz por nossos pecados e em nosso lugar, foi ressuscitado dentre os mortos e ascendeu para ministrar no santuário celestial em nosso favor. Virá outra vez, em glória, para o livramento final de Seu povo e a restauração de todas as coisas.
    › Razões bíblicas: João 1:1-3, 14; Colossenses 1:15-19; João 10:30; 14:9; Romanos 6:23; 2 Coríntios 5:17-19; João 5:22; Lucas 1:35; Filipenses 2:5-11; Hebreus 2:9-18; 1 Coríntios 15:3, 4; Hebreus 8:1, 2; João 14:1-3 |
    …continua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 28 de janeiro de 2009 por em Quem é a Igreja de Jesus e marcado , , .

Mensajes en Castellano:

Junte-se a 1.816 outros seguidores

google-site-verification: googled8bd3413ab582730.html

  • 144,580 Visitas

Nossas Páginas

%d blogueiros gostam disto: