Evangelho do Reino de Jesus Cristo

"E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim." Mt 24:14

A Páscoa é Jesus Cristo – 2ª parte

pascoa

Continuação…

___________________________________________

Êxodo 12

Primeira parte (click aqui):

.

12:1          E falou o SENHOR a Moisés e a Arão na terra do Egito, dizendo:

2          Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.

3          Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família.

4          Mas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao cordeiro.

___________________________________________

.

Segunda parte:

.

12:5      O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.

6          E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.

7          E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.

8          E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.

9          Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura.

.

“O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula…”“>>>

Jesus Cristo, o verdadeiro cordeiro, não tem mancha. Ele não tem pecado. Isso porque a promessa é que vivamos com Deus eternamente em santidade.

>>>Porém, para nos santificar, haveria por justiça a necessidade do sacrifício de um santo. Assim um santo poderia pagar a dívida de pecado e requerer santidade àqueles a quem se entregou. Esta era a única forma de sermos feitos parte da família de Deus de forma justa.

“e, pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades. 17 E, vindo, ele evangelizou pregou boas novas de paz a vós que estáveis longe e aos que estavam perto; 18 porque, por ele, ambos temos acesso ao pai em um mesmo espírito. 19 Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus Efésios 2:16

>>>É um cordeiro Santo sem mácula alguma, “de um ano”. Este “um ano” representa “um tempo”, o tempo perfeito de Deus, mesmo sentido do ano aceitável ao Senhor. (como já vimos)

>>>Cada tempo espiritualmente, traz consigo uma dimensão própria (um mundo, um espaço) porque diz respeito à uma ocasião particular para Deus. Por exemplo quando se diz de algo “secular”, entendemos geralmente  que está se dizendo  de algo que é de 100 anos ou mais, de um século. Mas também por “secular”  entendemos quando é dito alguma coisa a respeito de algo deste mundo, desta dimensão:

“Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura, não tornou Deus louco o conhecimento deste mundo?”  1 Coríntios 1:20 (Ver tb 2 Co 4:4: Heb 4 )

>>> Da mesma forma,  quando dizemos que o Senhor seja bendito  pelos séculos dos séculos, não estamos falando apenas do tempo dos homens, mas estamos dizendo que Ele seja bendito em todos os tempos e em todas as dimensões que existem: na terra, no céu, no céu dos céus e no céus do céu dos céus, para todo o sempre! Amém!

>>> Assim, este tempo de “um ano” que diz a Palavra, representa que o cordeiro é do tempo do Senhor, da dimensão De Deus. Veio Dele e é de lá.

“E, agora, glorifica-me tu, ó pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse.” João 17:5

>>>

12:6          E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.

>>> O sacrifício do Cordeiro é feito no 14º dia no crepúsculo, ou seja, na virada para o outro dia (pois o dia para os judeus começa a tarde: “….e foi a tarde e manhã o primeiro dia” Gn 1:5).

>>> É no décimo quarto dia que se completa o segundo período (7+7), que simboliza a conclusão da segunda Aliança: Deus dando do seu prórpio Espírito para os filhos dos homens, a partir do sacrifício de Jesus, sendo derramado em Pentecostes. Mas não trataremos disto agora.

“O qual nos fez também capazes de ser ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.” II Co 3:6  (ver tb. Hb 8. ;Jr 31:31 e Ez 37)

>>>

12:7          E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.

>>>O sangue do cordeiro marca as portas das casas. Jesus marca com seu sangue a entrada do lugar mais desejável por Ele, o nosso coração (a porta e a casa) de todos nós que O aceitamos. Nós, agora seus filhos, as “casas” que ceiam com Ele para que nunca mais passe sobre nós a destruição e sejamos condenados.

“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo.” Apocalipse 3:20

>>>

12:8          E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.

9          Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura.

>>>A comunhão com o Senhor em nossas vidas vem junto com a transformação do Espírito Santo em nós. Ele, o Espírito, é o Fogo com o qual Jesus foi oferecido como sacrifício. E é este mesmo Fogo que queima todo pecado da nossa Carne quando se manifesta em nós. Com Ele e para Ele somos transformados e santificados.

>>>Não há comunhão com Jesus se mantemos a comunhão  com os maus desejos da nossa carne, sem a presença do Espírito Santo de Deus. Isto seria como oferecer um sacrifício sem o Fogo, sem queimar a carne da oferta (“não comereis dele cru”). E só este fogo pode libertar da tendência natural do homem ao pecado. Ninguém se liberta sozinho, sem Ele.

Como também não temos comunhão com Ele se,  mesmo uma vez tendo recebido o Espírito, não O deixamos nos transformar, não O deixamos resplandecer em nós. É como uma Semente plantada na terra e que não germina. E, pelo peso da terra (pecados de nossa carne) acaba sufocada e morre.

…nem cozido em água…”

Uma vez que Ele nos foi dado e passamos a nos banhar nos seus dons, se ainda  mantermos junto com Sua presença as concupiscências da nossa carne, sem queimá-las no Fogo, é como se prostituíssemos o que nos foi dado (que é Santo). Tentamos nos favorecer de sua paz, porém voltados para nossos próprios anseios e egoísmos, utilizamos sua paz e seus dons para satisfazer nossos próprios interesses . Os que assim se comportam comem cozido em água o sacrifício, “cozinham” também a comunhão tão preciosa com o Senhor, que pregou numa cruz de madeira seu sacrifício santificado à Deus pelo Fogo, no seu próprio corpo. Grave ofensa é essa! Tendo uma vez já conhecido e experimentados os dons e a paz de Deus em seu coração.

Conhecedores confortados com o pecado:

.

“Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? 23 E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos  conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.”

Mateus 7:22

.

“Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e foram feitos participantes do espírito santo,  e provaram a boa palavra de Deus e as potências do século que há de vir, e vierem a recair, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, outra vez crucificam ao filho de Deus e o expõem ao vitupério.”

Hebreus 6:4

.

>>>Assim não existe como comer do corpo de Cristo e ter com Ele comunhão sem passarmos pelo fogo santificador, sacrifício amargo para as conscupsciências da carne (“…com ervas amargosas a comerão”),  mas com cheiro suave e agradável ao Senhor.

>>> Não se Ceia com o Deus Santo sem santidade. E a carne não se santifica a si mesma.

“Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” Romanos 8:9

(não estamos falando aqui de dons de línguas. [ver final de I Co 12])

>>>A ceia do Senhor é feita junto com pães ázimos, ou seja, pães sem fermento. Isso porque ceiamos com Cristo ao receber sua Palavras e sua Lei no nosso coração (o pão). No entanto, esse alimento não deve ser fermentado. Não devemos acrescentar coisas nossas no que Deus revela Dele para nós (fermentar). Falar ou agir segundo nossas concepções carnais.

>>>Muitos hoje tem somente querido serem chamados pelo nome de  “sou de Jesus Cristo”, mas não aceitam as Suas vestes (o senhorio do Espírito Santo sobre eles) e nem o Seu Pão puro (a Palavra revelada pelo Espírito Santo).

Querem o nome, mas querem se vestir das suas próprias roupas e comer do seu próprio pão.

Se alegram com palavras e lisonjas de homens mas não de Deus. Sendo ainda que, muitos destes, arrastam congregações inteiras de irmãos e irmãs que não buscam conferir e se fortalecer em discernimento nas Escrituras, não leêm a Palavra que é o testamento da herança que, como filhas e filhos, receberam do seu Pai.

Não discernem o que está sendo dito. São estas igrejas, com este tipo de homem que Deus fala na boca do profeta Isaías:

“E sete mulheres [certo número de igrejas] naquele dia lançarão mão de um homem [do Filho de Deus, Jesus Cristo], dizendo: Nós comeremos do nosso pão [nos alimentaremos das nossas próprias palavras], e nos vestiremos do que é nosso [ou seja, não do que é Seu, do teu Espírito, mas do que vem de mim]; tão-somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opróbrio.”  Isaias 4:1

E o que o Senhor diz destes?

“7 Porque a vinha do SENHOR dos Exércitos é a casa de Israel, e os homens de Judá são a planta das suas delícias; e esperou que exercesse juízo, e eis aqui opressão; justiça, e eis aqui clamor.

8 Ai dos que ajuntam casa a casa [casas de Deus – membros de igreja], reúnem campo a campo, até que não haja mais lugar, e fiquem como únicos moradores no meio da terra! 9 A meus ouvidos disse o SENHOR dos Exércitos: Em verdade que muitas casas ficarão desertas, e até as grandes e excelentes sem moradores [seja qual for o castelo que este homem construir aqui, ficará sem ele quando vier o dia do Senhor, em que todos passarão].

10 E dez jeiras de vinha não darão mais do que um bato; e um ômer de semente não dará mais do que um efa. [essa condição de igreja, por mais gente que tenha,  será uma mínima parte que dará fruto para salvação]

11 Ai dos que se levantam pela manhã [que se convertem diante da Alva -> Jesus], e seguem a bebedice [mas continuam na embreaguez da carne]; e continuam até à noite [até seu encontro no dia da ira do Senhor], até que o vinho os esquente! 12 E harpas e alaúdes, tamboris e gaitas, e vinho há nos seus banquetes [banqueteiam em meio a “louvores” para Deus, comendo das coisas e vaidades deste mundo, no seu ego, ao mesmo tempo]; e não olham para a obra do SENHOR, nem consideram as obras das suas mãos.  13 Portanto o meu povo será levado cativo[igrejas nesta condição] , por falta de entendimento [que não procuraram conhecer seu Pai pela Palavra, para evitar isso] ; e os seus nobres [seus líderes: pastores, padres, papas, etc] terão fome [da Palavra viva, do Espírito de Deus que é a Vida] , e a sua multidão se secará de sede [por consequência, suas igrejas morrerão espiritualmente por falta de ser regada pelo Espírito SAnto de Deus, através da Palavra, da Verdade].

14 Portanto o inferno grandemente se alargou, e se abriu a sua boca desmesuradamente; e para lá descerão o seu esplendor, e a sua multidão, e a sua pompa, e os que entre eles se alegram. Isaias 5: 7-14

>>>Portanto amados de Jesus Cristo, sejamos muito cautelosos e zelosos  com as coisas de Deus, das quais nós mesmos somos uma. Sabendo que Ele nos protege de todo engano e de toda maldade se permanecermos com simplicidade e singeleza de coração e  com amor uns para com  os outros na Sua presença.

>>>Fiquemos debaixo de seu amor, se separando de tudo o que, pelo discernimento do Espírito Santo, se revela como não sendo Dele, persistindo em oração e conhecendo sua Palavra e em tudo Lhe expondo e Lhe confiando.

>>>Assim não teremos do que temer. Pois quem está na luz não tropeça, mas quem está nas trevas este tropeça e caminha para perdição. Ora, a Luz é Jesus Cristo, Luz que é presente a todo instante em nosso coração, sem nos deixar por um momento se quer. Quem tem Jesus Cristo no coração jamais estará em trevas.

>>>Que sua Luz ilumine e guie à todos os seus filhos até o fim. Em nome de Jesus!

Alan, almzm@hotmail.com

…continua

12:6          E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.
Anúncios

Sobre Alan De Zoppa Maia

Missionário e servo de Jesus Cristo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 11 de junho de 2009 por em Exortações e marcado , , , .

Mensajes en Castellano:

Junte-se a 1.783 outros seguidores

google-site-verification: googled8bd3413ab582730.html

  • 134,014 Visitas

Nossas Páginas

%d blogueiros gostam disto: