Evangelho do Reino de Jesus Cristo

"E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim." Mt 24:14

As trevas da quinta taça de Apocalipse

nevoa

 Segundo nos concede o Senhor, discerniremos agora essas trevas da profecia. Trevas que há na humanidade pela falta de amor em muitos, pela rejeição a verdade. E do quão triste é o juízo que já começa a vir e virá em totalidade sobre todos nessa escuridão.

Nós, porém, que seguimos o Senhor Jesus e amamos sua correção e sua instrução, sabemos que fomos separados destas trevas para verdadeira Luz. Tomemos pois então tal revelação para conhecimento da verdade em Cristo e preparemo-nos.

“ (10)  Derramou o quinto a sua taça sobre o trono da besta, cujo reino se tornou em trevas, e os homens remordiam a língua por causa da dor que sentiam

(11)  e blasfemaram o Deus do céu por causa das angústias e das úlceras que sofriam; e não se arrependeram de suas obras.”

Apocalipse 16:10-11

O Reino que estava na mão dos homens para que governassem em meio a todas as bênçãos de Deus, a vida concedida, nestes tempos de hoje, pelas suas promiscuidades tem sido transformado em trevas, onde juntamente a natureza e todo o seu meio natural tem se escurecido e se convertido em espessas trevas. Como foi no Egito no tempo de Moisés, assim será essa profecia para este tempo final também.

Como está escrito:

“(21)  Então, disse o SENHOR a Moisés: Estende a mão para o céu, e virão trevas sobre a terra do Egito, trevas que se possam apalpar.

(22)  Estendeu, pois, Moisés a mão para o céu, e houve trevas espessas sobre toda a terra do Egito por três dias”

 Êxodo 10:21-22

Quando então a mão do profeta estendida, ou seja, a autoridade de Deus em Moisés agindo em poder, trouxe a sentença de Deus sobre toda aquela terra.

Ali, os egípcios tinham tomado por escravo o povo de Deus que, por isso, receberam trevas sobre o seu reino e sobre o trono daquele que sobre eles reinava, Faraó.

Assim também será sobre o reino de Satanás estabelecido no mundo, desde o seu trono.

Lá no Egito, após esta praga, não conseguiam enxergar um palmo perante eles. A luz foi-lhes extinguida por completo.   O criado e o palpável já não mais podiam enxergar, pois se lhes escureceram os olhos e em seus corações só havia lamento e dor.

O reino de satanás o qual eles escolheram, pelas divindades do Egito, tinha subido até eles e a luz de Deus se lhes extinguiu por completo.

Nem por ruim que fosse alguma realidade, nem assim lhes eram mostradas. Nem sequer tateando podiam encontrar o criado, nem a virtude da vida.

Seu mundo estava na mais densa escuridão. Seus sentidos só pressentiam trevas. Estavam se aproximando ao hades (lugar dos mortos) e, eles mesmos, desceram a esta realidade: a morte lhes era por companheira.

No Egito junto de Moisés, este tormento durara três dias.  Hoje, no entanto, ao se cumprir o derramar desta quinta taça, será para sempre.

A dor e as úlceras nos homens se devem ao motivo de preferirem o mal antes que o bem, e dando livre curso a esta escolha, chegarem ao ponto de entregarem a natureza humana e a alma ao demônio.

Estes, Satanás ao ter poder e domínio sobre eles, terá domínio sobre suas manifestações e reações humanas, através do controle dos seus sentidos. A mente deles estará dominada em sua racionalidade e no emocional. A própria fisiologia destes homens terá uma mudança radical e brutal, pelo motivo de haverem passado a ser hospedeiros de entes demoníacos, os quais controlarão o seu metabolismo, sendo isto como um câncer que os dominará, usando como ponto de partida a mente, a razão e consequentemente sua vontade.

Os homens que assim se entregaram ao mal e, agora foram entregues, blasfemarão contra o Deus Altíssimo, porque o diabo os controlará e falará através deles.

                                                                                                                                        

 “e blasfemaram o Deus do céu por causa das angústias e das úlceras que sofriam; e não se arrependeram de suas obras.”

Apocalipse 16:11

 Deus disse a Adão antes de expulsá-lo do paraíso: “maldita é a terra por tua causa”, e sendo a terra que hoje estamos uma sombra do jardim no Éden, novamente recebendo um segundo engano o homem, ao ser mais uma vez enganado pela serpente, terá sobre ele, digo toda a humanidade, o recair do juízo de Deus no mundo inteiro. Porque um foi enganado e todos os seus descendentes sofreram o mesmo juízo, pecando todos. Assim também o engano vindo sobre muitos estabelecerá o juízo em todos.

Porém, agora, incluindo suas próprias almas para juízo, por terem rejeitado a salvação de Jesus, o Cristo. O seu ser natural e alma; a carne humana e sua forma, (carne que é habitação de sua alma) será profanada e se converterá em completa possessão e hospedagem do diabo.

Anúncios

Sobre Juan S. Gonzalez Jimenez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 27 de agosto de 2013 por em Apocalipse, Exortações e marcado , .

Mensajes en Castellano:

Junte-se a 1.816 outros seguidores

google-site-verification: googled8bd3413ab582730.html

  • 144,580 Visitas

Nossas Páginas

%d blogueiros gostam disto: