Vaidade: Insaciável corrupção

A vaidade é um cativeiro de corrupção. E só aquele em quem não há corrupção pode nos libertar, pelo Seu amor.
“Pois a criação está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.” Rm 8:20-21

Vaidade: Viver para si mesmo

A vaidade é rastejar sobre o próprio ventre. Porque o nosso umbigo vira o centro do mundo e todas as demais coisas passam a girar em torno dele.
Foi este o pecado da serpente, de satanás, que quis se assentar no trono de Deus e, depois corromper o homem.
“Então, o SENHOR Deus disse à serpente: Visto que isso fizeste, maldita és entre todos os animais domésticos e o és entre todos os animais selváticos; rastejarás sobre o teu ventre e comerás pó todos os dias da tua vida.” Gênesis 3:14
Este é o salário para todo aquele que faz de si um fim em si mesmo.